Francisco Félix - Osteopata



ESTA ABORDAGEM ESTÁ INDICADA PARA O MEU PROBLEMA?

De uma forma geral não poderei dizer que a minha abordagem está contraindicada ou não para um problema, sem que seja feita uma avaliação rigorosa, que é feita em todas as consultas e não só na primeira. Para mim não existem doenças, mas sim pessoas que numa determinada altura da sua vida estão doentes ou com dor. É preciso avaliar, não só o que lhe está a provocar os sintomas mas também perceber a causa.

Dar um nome à doença é extremamente redutor, é como se estivéssemos a carimbar pessoas e dar-lhe um prognóstico baseado em médias e estatísticas, e a saúde na minha perspetiva e na minha prática, não funciona assim. Digo mesmo que em cada caso todas as hipóteses estão em aberto, mesmo quando o diagnóstico e prognóstico à partida está cheio de limitações. Desde que o paciente esteja disposto a tudo para obter a sua cura, as possibilidades estão em aberto.

E os resultados?

Os resultados costumam aparecer nos primeiros dias após a consulta, dependendo é claro, da causa e da disponibilidade do paciente para fazer as mudanças necessárias na sua vida com vista à obtenção da cura, que basicamente representa o seu bem-estar nos vários aspetos da sua vida.

O ideal é a pessoa procurar ajuda quando começam as primeiras dores/sintomas e não deixar passar. Eles são o alarme do corpo, assim como as luzinhas de aviso no tablier do carro ligam quando há um problema e é preciso ir ao mecânico. O tempo não cura, antes pelo contrário agrava as situações e aquilo que podia ser evitado passa a ser um problema muitas das vezes incapacitante e que não nos permite tirar o rendimento desejado da vida nem apreciá-la na sua totalidade.


Autor: Francisco Félix

Voltar ao topo

Todos os direitos reservados
© 2016 Francisco Félix
Política de Privacidade

Powered by SB